Últimas Notícias
Capa / Artigos / Entenda o tumor de próstata: da prevenção ao tratamento
Entenda o tumor de próstata: da prevenção ao tratamento

Entenda o tumor de próstata: da prevenção ao tratamento

O câncer de próstata é um dos principais tumores malignos da população masculina mas em contrapartida apresenta altos índices de cura.
Alguns estudos mostram que o sedentarismo e uma dieta baseada em carne vermelha, gordura, e embutidos é relacionada ao aumento da ocorrência da doença, enquanto alimentos ricos em vitaminas D e E, licopeno (presente em abundância no tomate), e ômega 3 podem conferir um efeito protetor.
Apesar dos hábitos de vida serem importantes o envelhecimento é o principal fator relacionado ao aumento de casos de tumor de próstata, em especial para pacientes acima dos 60 anos.
Estimativas do INCA apontam cerca de 70 mil novos casos por ano no Brasil, e esse número evidencia o diagnóstico precoce devido a disseminação do exame sanguíneo de PSA – antígeno prostático específico e toque retal.
Em avaliações para rastreamento do câncer de próstata pode ser detectado aumento nos níveis de PSA e/ou nódulos ao toque retal, e caso isso ocorra deve-se continuar a investigação com biópsia, se confirmada a doença o paciente poderá percorrer dois caminhos.
O primeiro é o da vigilância ativa, ou seja, acompanhamento da evolução da doença por meio de exames. Esta é a opção para casos muito selecionados em que o tumor é iniciale não há prejuízo em observar o paciente por meio de exame de PSA e biópsias prostáticas periódicas. O câncer de próstata é indolente na maioria dos casos, por isso a opção pela vigilância tem sido cada vez mais utilizada.
O segundo caminho é o tratamento, seja com cirurgia, seja com radioterapia e/ou hormonioterapia.
A radioterapia ou radio-oncologia é uma especialidade médica menos conhecida, e utiliza tratamento com radiação ionizante para conseguir a mesma taxa de cura da cirurgia. Pode ser realizada com a radioterapia externa por meio de Raio X localizado na próstata ou braquiterapia, que é a inserção de sementes radioativas na glândula prostática.
Os tratamentos hormonais são indicados como auxiliares da radioterapia ou isoladamente na doença avançada, pois o tumor de próstata é estimulado pela testosterona (hormônio masculino). Têm o objetivo de controlar a doença diminuindo a produção ou captação do hormônio pelo câncer.
Cada escolha apresenta seus benefícios, entretanto também apresenta efeitos colaterais, por isso discuta com seu médico qual a melhor opção para o seu caso.
Você é o principal beneficiário de uma vida com hábitos saudáveis, isso inclui desde a atividade física regular até consultas médicas de rotina para diagnóstico precoce de doenças, faça essa mudança acontecer.

472 Visualizações 1 Visualizações Hoje

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*